CBM – MG retifica um de seus dois Concursos Públicos

Publicidade

Você alguma vez já cogitou a ideia de participar de algum concurso público? Os mesmos são considerados por muitos, uma das melhores alternativas de você conquistar uma boa vaga de emprego, que disponibilize não só uma boa remuneração mensal, mas também, uma boa carga horária diária.

Os concursos públicos basicamente consistem na aplicação de uma prova, geralmente objetiva de caráter eliminatório, que por sua vez, aborda não só questões da área que você está interessado em trabalhar, mas também, de conhecimentos gerais.

Publicidade

Por essa razão, você já deve ter uma ótima preparação, mas vale ressaltarmos ainda, que os mesmos também são bastante concorridos, oque acaba dificultando ainda mais as coisas. É interessante ainda dizermos, que os concursos públicos podem disponibilizar vagas para as mais variadas áreas, seja para educação, saúde, segurança e muito mais.

Publicidade

Mas hoje, aqui neste artigo, falaremos um pouco mais sobre os dois concursos público retificados pela CBM – MG, que por sua vez, tem como objetivo selecionar 40 candidatos às vagas disponíveis. Portanto, para obter mais informações detalhadas a respeito, sugerimos que você continue conferindo todo o conteúdo deste breve artigo.

CBM – MG retifica um de seus dois Concursos Públicos

A CBM – MG, que também conhecida como o Comando da Academia de Bombeiros Militar de Minas Gerais, anunciou recentemente, que houve a retificação de dois concursos públicos, que conforme já ressaltamos acima, tem como objetivo, efetuar o preenchimento das 40 vagas disponíveis.

Desse total de 40 vagas disponíveis, 30 serão destinadas ao curso de formação de oficiais, também conhecido como CFO.

Já o restante, ocuparão o quadro de oficiais de saúde (QOS), para o ano de 2021.

Como exatamente funcionará?

Para que você possa entender um pouco melhor cada um desses dois editais, confira alguns detalhes específicos:

Publicidade

Edital nº 01/2020: Este primeiro edital é voltado para o CFO- Curso de Formação de Oficiais, no qual no total de 30 vagas disponíveis, 27 são destinadas aos candidatos do sexo masculino e apenas três, para candidatas do sexo feminino.

Este concurso público acontecerá na região metropolitana de Belo Horizonte e terá duração mínima de três anos, com início previsto para agosto de 2021.

Quando o candidato selecionado concluir tal curso, logo já será considerado Aspirante a Oficial BM.

Edital nº 02/2020: Já o segundo edital, que no total conta com sete vagas à serem ocupadas, está disponibilizando os seguintes cargos:

  • Fisioterapia (1);
  • Clínica Médica (4);
  • Psiquiatria (1);
  • Otorrinolaringologia (1);
  • Pneumologia (1);
  • Medicina de emergência (1);
  • Cirurgia de tórax (1).

Neste caso, os candidatos deverão passar pelo Estágio Preparatório para Oficiais de Saúde (conhecido como EPOSau), que também ocorrerá na região metropolitana da capital do estado de Minas Gerais, com duração de 90 dias.

Quando concluído tal estágio, o candidato que foi selecionado logo passará a ocupar o posto de 2º Tenente BM QOS.

Quem pode participar desses concursos públicos?

Além de você ter a formação acadêmica básica para exercer determinados cargos e também, a idade mínima, que é 18 anos, você deve ainda atender à outros requisitos, como por exemplo:

Publicidade
  • Ter no máximo 30 ou 35 anos de idade, no momento em que efetuar a sua inscrição;
  • especialização ou residência médica com registro no respectivo conselho.

Entretanto, é importante deixarmos claro desde já que esta idade mínima aplicada, não vale para Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, até porque estes deverão possuir no máximo 20 anos de efetivo serviço na data da nomeação ou posse ou na data da matrícula para início do curso, independente da idade.

Condições do trabalho

Todos os candidatos que forem selecionados e contratados, deverão exercer as suas funções por pelo menos seis horas (período de um turno), ou deverão proporcionar dedicação exclusiva, tudo depende do certame.

Em relação à remuneração disponibilizada, a mesma pode variar entre R$ R$ 5.014,17 e R$ 6.519,44.